Para participantes do PP-2

Conheça

Mais moderno, mais flexível, uma nova opção para você. Assim é o FlexPrev, plano de contribuição definida oferecido exclusivamente para a Vibra Energia. Além de colaboradores sem plano, o FlexPrev estará aberto à migração voluntária e opcional de ativos e assistidos do PP-2, do PPSP-R e do PPSP-NR ligados à empresa.

O que é um plano CD?

Contribuição definida é uma modalidade mais moderna de previdência, sem qualquer tipo de mutualismo e que permite que o participante tenha mais opções de escolha sobre a forma de recebimento de seu benefício de aposentadoria e de acesso aos recursos acumulados no plano.

Num plano CD, o valor inicial do benefício de aposentadoria é conhecido no momento da concessão, de acordo com o saldo acumulado na conta individual e a forma de recebimento de renda escolhida.

O benefício é ajustado conforme o saldo da conta remanescente. Além disso, uma vez por ano, o participante, se quiser, poderá alterar a forma de recebimento de renda.

Com contas totalmente individuais, no plano CD desenvolvido para colaboradores e participantes vinculados à Vibra, não há teto para o valor do salário de contribuição mensal. Da mesma forma, não há teto de recebimento de renda. O valor do benefício dependerá apenas do saldo acumulado na conta individual.

A contribuição para o plano ocorre exclusivamente na fase de ativo e é estipulada em regulamento e oferece mais opções de escolha de percentual. Com o objetivo de elevar o saldo de conta e o valor de benefício a ser recebido no futuro, o participante ativo pode, a qualquer momento, fazer contribuições adicionais, sem contrapartida do patrocinador. Também poderá portar recursos de outros planos de previdência.

Em caso de falecimento, o montante acumulado no plano poderá gerar renda de pensão, que pode ser destinada a qualquer pessoa escolhida em vida pelo participante, ou ser tratado como herança.

Por que migrar?

No momento da migração, o participante assistido poderá optar por sacar até 25% do saldo acumulado na sua conta individual. Já o participante ativo poderá fazer o mesmo quando requerer o benefício no FlexPrev. Essa opção garante mais flexibilidade sobre como usar o montante acumulado no plano.

Para os ativos, o percentual de contribuição básica é escolhido pelo próprio participante. Vai de 1% a 5%, para quem ganha até R$ 5.000, e de 1% a 11%, para quem recebe a partir de R$ 5.000,01. Esses valores de referência salarial são atualizados anualmente pelo IPCA. Assim, você tem mais flexibilidade para definir o percentual de contribuição mensal. A Vibra contribuirá mensalmente com o mesmo montante, mantendo a chamada paridade contributiva.

Além disso, os ativos têm a opção de resgatar ou portar 100% de seus recursos e dos valores depositados pela patrocinadora no plano ao encerrar o vínculo empregatício com a Vibra. Essa é uma outra opção de acesso ao montante acumulado no plano.

Uma das condições para migrar para o FlexPrev é a renúncia a ações judiciais em relação ao PP-2. A renúncia a ações contra o plano de origem é importante para que o exigível contingencial PP-2 reflita, de fato, o grupo de ativos e assistidos que permanecerá no plano. Além disso, permite que o FlexPrev nasça sem contingências judiciais.

O período de opção pelo novo plano deve ocorrer no início de 2022. Seguiremos informando os participantes a cada nova etapa de criação do FlexPrev. Navegue pelo hotsite e fique atento! E clique aqui para acessar a proposta de regulamento do plano.

As informações sobre o FlexPrev contidas neste hotsite se baseiam na proposta que está em tramitação. Como o plano ainda depende da aprovação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), pode haver mudanças nas condições e detalhes apresentados aqui, levando a atualizações deste hotsite. O formato final do novo plano será amplamente divulgado antes da abertura do processo de adesão ao FlexPrev.